quarta-feira, 1 de julho de 2009

A Moda como ela deve ser vista

Quando criei o blog estava terminando a São Paulo Fashion Week (SPFW) desse ano.
Eu dei uma fuçadinha nos sites e blogs de pessoas que produzem, participam ou acompanham e tenho que assumir: que desânimo!
Eu até pensei em postar algum comentário a respeito do que eu penso e tal, mas enfim, eu nunca fui na SPFW... e pra falar a verdade acho que não tenho muita vontade de ir não.
O discurso é sempre o mesmo:
'As criações de Alexandre Herchcovitch surprienderam novamente',
'o desfile de Glória Coelho estava fenomenal',

'Samuel Cirnanscki vem com uma proposta inovadora'...

Não que eu esteja desmerecendo o potencial criativo de algum deles, pelo contrário, mas acho que o que se mostra da moda no Brasil é tão nariz empinado quando, na verdade, deveria ser sedutor, para todo mundo que gosta de moda.
Moda não é só consumo, não é só pagar caro em uma blusa de seda desenhada por um estilista famoso. Não é só ter uma bolsa importada com letras de grife penduradas para mostrar status. Para certas pessoas, é isso sim, mas não é todo mundo que pensa desta maneira.
Moda, para mim, tem a ver com atitude. Não há mal nenhum em buscar um colírio para os olhos através da estética. O importante mesmo é assumir aquilo que você gosta, externando para o mundo por meio da aparência. Pode ser através de um jeans velho e um all star, por que não?
É claro que a industria têxtil movimenta centenas de milhões de dolares no planeta, empresas como Gucci, Dior, Armani, Chanel, Prada lucram muito, muito, muito dinheiro... Paris e Milão vivem boa parte do ano essencialmente disso.
Mas o que eu quero dizer é que eu valorizo a moda que inspira de alguma maneira, que aguça os sentidos, que gera admiração, que dá trabalho mas tem um resultado bom.
Os sites das mega-marcas tem filmes/propagandas muito bem produzidos, com uma idéia por trás, atrizes premiadas e orçamentos gigantescos. Se quiser, dê uma olhada.
Lady Dior é a bolsa e o filminho foi estrelado por Marion Cotillard. http://www.ladydior.com/thefilm/


Já Audrey Tautou é quem perfuma-se para seduzir com o Chanel N° 5. http://www.chaneln5.com/pt-br/#/home


Mais: a moda tem que causar, tem que quebrar paradigmas e tem que fazer uso das artes, da fotografia, da maquiagem e de tudo mais que torne possível que cada um mude sua forma de ver o mundo. Aí estão algumas imagens da top brasileira Raquel Zimmerman (considerada a atual n° 1) para as lentes de Mario Sorrenti num ensaio sadô.



Nenhum comentário:

Postar um comentário